Treinamento e Comportamento

Como ensinar seu gato a fazer as necessidades no lugar certo

(Imagem: Shutterstock)

O problema dos animais não fazerem as necessidades no lugar certo é algo comum, mas é preciso saber como lidar com isso desde cedo, para evitar incômodos no futuro. Se você tem um gatinho e não sabe como treiná-lo para fazer as necessidades no lugar certo, está lendo o artigo correto, pois, aqui, poderá aprender alguns truques e dicas que o ajudarão nesse treinamento.

 

Além do fato do cheiro desagradável que fica pela casa quando o gato não é bem treinado com sua caixa de areia, o trabalho de ficar limpando sempre é grande e os moradores correm até mesmo o risco de pegar algum tipo de doença ou infecção. Então, não somente por questão de higiene, mas também de saúde, é bom treinar seu gatinho para usar a caixa de areia.

Com isso, também vai ficar muito fácil deixá-lo pela casa e fazer muito carinho em seu felino sem se preocupar.

 

Dicas para ensinar seu gato a fazer as necessidades no lugar certo

Limpar o local, impor limites territoriais, contratar um profissional e deixar a caixa de areia no lugar certo pode ajudar bastante

Há diversas técnicas que podem dar certo e é importante fazer todas possíveis para chegar ao resultado esperado o mais rápido possível. Assim como em todos os demais treinamentos, é preciso ter paciência e ir aos poucos para que o animal aprenda de maneira saudável.

 

1. Limpe o local em que ele fez as necessidades

Se o gato fizer necessidades pela casa, limpe o mais rápido possível para que não volte a fazer ali

Os gatos costumam voltar ao local onde fizeram as necessidades para fazer novamente, ou seja, se o animal resolver demarcar território em seu tapete, sentirá o cheiro e voltará a fazer lá. Assim, você deve limpar o mais rápido possível qualquer vestígio que ele tenha deixado em locais não permitidos.

Ao mesmo tempo, procure deixar alguns vestígios em sua caixa de areia, pois sentirão o cheiro e, ao não encontrar nenhum outro lugar sujo, irão para o lugar correto. Mas nada que seja exagerado e, depois que ver que o mesmo já se familiarizou, retire toda a sujeira e faça a limpeza regularmente, ou seja, uma vez ao dia, pelo menos.

 

2. Deixe a caixa de areia no lugar certo e saiba escolher o modelo correto

Deixe a caixa de areia limpa e no lugar certo

(Imagem: Shutterstock)

Gatos gostam de privacidade e são reservados quando o assunto é fazer suas necessidades fisiológicas. Então nada de deixar a caixa de areia em um local movimentado da casa, pois isso fará com que o felino procure um lugar mais tranquilo, que não será sua caixa de areia.

Além da questão do local, saber que tipo de caixa de areia seu gato gosta é importante, então procure testar mais de um modelo para ver com qual se adapta melhor.

 

3. Imponha limites no território até que o gato aprenda

Não deixe o animal entrar na casa até que saiba fazer as necessidades no lugar certo

Enquanto o felino não souber fazer as necessidades no lugar certo é importante restringir e impor limites territoriais para que ele não tenha tantas opções de onde fazer isso. Dessa forma, quando as alternativas são reduzidas e você também está seguindo os demais passos, fica muito mais fácil treiná-lo.

Aos poucos, você pode ir dando mais espaço para que ele ande pelo resto da casa, mas vá observando se continua fazendo as necessidades na caixinha.

 

4. Tenha sempre uma caixa de areia extra

Compre mais de uma caixa de areia e a deixe em locais separados e estratégicos

(Imagem: Shutterstock)

Além de ter cuidado com a localização da caixa de areia, deixar sempre uma opção extra para o felino é o recomendado, pois, caso esteja longe de um local, pode utilizar o outro sem que tenha que “improvisar” e usar o seu tapete.

Tente optar por locais estratégicos que sejam tranquilos e também distantes, para o caso de o gato estar sempre perto de uma das caixinhas de areia e não ter desculpa de que não deu tempo de chegar até uma delas.

 

5. Contrate um profissional para ajudar ou apenas orientar

Se tiver dificuldade, pode contratar um adestrador para orientar ou até treinar seu gatinho

Se notar dificuldade em treinar seu felino devido ao seu comportamento independente, já que alguns gatos tendem a ser mais teimosos do que outros, contratar um profissional para ajudar no treinamento ou apenas para orientá-lo sobre como deve ensinar seu bichano é a melhor maneira de agilizar o processo de treinamento.

(Imagem: Shutterstock)

No AgendaPet, você encontra adestradores, inclusive os especializados em felinos. Veja seus perfis detalhados, suas experiências e as avaliações dos seus clientes, e agende uma consulta pelo seu próprio computador, a qualquer dia e hora, e com profissional confiável. Assim, fácil e seguro!

Mesmo com a contratação de um especialista na área, é bom lembrar que o treinamento diário feito pelo dono vai influenciar bastante os resultados, então esteja atento a todos estes truques para que o profissional possa realizar seu trabalho de maneira eficiente.

Vale ressaltar que jamais deve punir o gato porque não fez as necessidades no lugar certo. Há pessoas que costumam esfregar o focinho do animal em suas necessidades para mostrar o que fez de errado, mas isso só irá criar um comportamento de rebeldia: o gato não confiará em você, e você nunca conseguirá treiná-lo corretamente.

É melhor impor limites de lugares onde ele possa estar até que esteja obedecendo do que deixá-lo circular livremente e puni-lo com violência.

Depois de treinar o seu gato para fazer as necessidades no lugar certo, ficará muito mais fácil tê-lo por perto, em todos os cantos da casa, sem preocupar-se com a sujeira.

Veja, no vídeo a seguir, algumas dicas extras.

 

(Fonte: Youtube - Dicas Cat Show)

 

 

 

(Equipe AgendaPet)

 

Mais Populares Adestrador

  • Dan Wroblewski é médico veterinário e pós-graduado...

    Dan Wroblewski

    • Rua Tomaso Albioni , 86
      Vila Sônia - São Paulo - SP - 05710-100
      (11) 4949-6346 Enviar mensagem
      Dan Wroblewski é médico veterinário e pós-graduado em Comportamento de Cães e Gatos pela PUC de Curitiba. Com mais de 30 anos de experiência, oferece o serviço domiciliar de treinamento comportamental para cachorros e seus proprietários, em conjunto.
  • Bel Gonçalves é proprietára da Acãodemia,...
    • Rua Vicente Leporace , 733
      Campo Belo - São Paulo - SP - 04619-032
      (11) 4950-6921 Enviar mensagem
      Bel Gonçalves é proprietára da Acãodemia, localizada no Campo Belo, e oferece o serviço de Adestramento Canino. Há mais de 15 anos na área, Bel faz uso do método Clicker Training para reforço positivo.
  • Elizabeth Lumbau é formada em Zootecnia pela USP e...
    • Rua Augusta , 496
      Centro - São Paulo - SP - 01304-000
      (11) 3956-6332 Enviar mensagem
      Elizabeth Lumbau é formada em Zootecnia pela USP e possui treinamento na área de comportamento animal pela Cão Cidadão. Atua como adestradora, oferece consultas comportamentais e hospedagem para cães e gatos em sua casa. Agende agora um horário!

O que andam dizendo no Facebook

Emergency Banner