Saúde e Cuidado

Aborto espontâneo em cadelas: causas, consequências e como identificar

(Imagem: Shutterstock)

Abortos espontâneos em cadelas prenhas podem ocorrer em qualquer momento da gestação, mas é mais comum que aconteçam logo no começo, antes mesmo de você perceber que sua cadelinha está prenha. 

Se você suspeita de uma gestação, faça uma consulta com seu médico veterinário para confirmar a prenhez e receber instruções de como cuidar de seu animal de estimação.

 

Apesar de tomar todas as precauções para uma gestação saudável, às vezes um aborto é inevitável. Os sinais de aborto espontâneo variam de acordo com o quão avançado era o estágio de gestação.

É importante notar que as cadelas podem abortar seus filhotes por uma série de razões médicas. Identificar a razão da perda dos filhotes durante a gestação é importante para a saúde de sua cadela; dessa forma, se outra gestação acontecer, cuidados específicos podem ser tomados.

Quando uma cadela sofre um aborto natural, ela deve ser avaliada e monitorada, pois há várias condições médicas que poderiam ser a causa, e o aborto pode ser apenas um sinal de algo ainda mais grave.

 

A gestação canina e o aborto natural 

A gestação e os sinais do aborto

O aborto pode acontecer em qualquer fase da gestação, e quanto mais avançada, maiores são os riscos.

(Imagem: Shutterstock)

As cadelas começam a mostrar sinais externos de sua prenhez com cerca de quatro semanas de gestação. É nesse momento que se começa a notar que o abdômen da cadela está maior, com uma aparência inchada. Esse é o momento mais precoce em que se pode notar, sem exames, o aborto espontâneo.

Se depois de você perceber que sua cadelinha está com a barriga maior, ela começar a voltar ao tamanho normal, então ela pode ter sofrido um aborto. Existem casos em que o corpo pode reabsorver os filhotes, então o único sinal de um possível aborto é a aparência de seu abdômen. Portanto, caso sua cadela esteja prenha, busque redobrar sua atenção, levando-a ao médico veterinário para que exames pré-natais sejam realizados adequadamente.

No entanto, existem outros sinais de que sua cachorrinha pode estar perdendo seus filhotes. Por exemplo, um sangramento vaginal ou qualquer tipo de corrimento.

 

O que andam dizendo no Facebook